Mozilla Firefox 4.0 Beta 4

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mozilla Firefox 4.0 Beta 4

Mensagem por Deoxy em Sab Ago 28, 2010 4:37 pm

A Mozilla é, possivelmente, uma das empresas com melhor estratégia para beneficiar o usuário final do navegador alternativo mais utilizado atualmente. O Firefox tem conquistado uma legião de usuários e programadores justamente por oferecer segurança, velocidade e novos recursos.

É inegável que o Firefox conquistou seu posto de um dos navegadores mais usados por puro merecimento, já que inovou ou implementou muito bem várias funções que acessamos com frequência diariamente — principalmente as extensões, grande mérito do programa.

Por mais que o navegador já seja muito bom, a Mozilla sempre vem aperfeiçoando e reinventando o Firefox de maneira que agrade todo tipo de internauta e que pontos negativos de versões anteriores sejam exterminados.

A mais recente versão do Mozilla Firefox chamou muito a atenção, com várias mudanças bem significativas, tanto visuais como em relação ao desempenho do programa. Como o foco do Baixaki é sempre trazer os melhores conteúdos para o público interessado em tecnologia, resolvemos compartilhar a novidade para que todos possam experimentar.

Atenção! Essa é apenas uma versão BETA, para testes


Este software NÃO DEVE substituir seu navegador padrão. Recomendamos que você NÃO ACESSE contas de email ou de banco usando este software. Apesar de não ocasionar erros, esta é uma das primeiras versões do navegador 4.0. Assim, não é recomendado para uso diário, porque ainda existem algumas brechas e falhas no código do programa que serão corrigidas até a versão final.

Por dentro do novo navegador

Quem sempre acompanha o Baixaki provavelmente viu o artigo sobre o novíssimo Firefox 4. É surpreendente a quantidade de alterações que a Mozilla planeja e até já mostra na nova versão do programa. O visual por completo com certeza foi o elemento mais alterado, com abas, menus e até mesmo o fundo diferentes.



Novidades na aparência

Lembrando muito as últimas versões do navegador Opera, o Firefox agora faz uso de transparências ao fundo do programa e de abas posicionadas no topo da tela (não mais abaixo dos favoritos e da barra de navegação).

O topo da tela não traz mais os menus de antes como padrão, deixando tudo centralizado em um só botão alaranjado no canto superior esquerdo da tela. É a partir dele que você pode definir o antigo menu de volta, ao clicar em "Customize" e selecionar "Menu Bar". Também é possível optar por não usar as abas no topo e outras preferências.



Abas de aplicativos

Ao utilizar o computador diariamente é comum utilizarmos uma série de programas que raramente ficam fechados. Sejam eles reprodutores de música, editores de texto ou navegadores, há sempre algo ocupando espaço na Barra de tarefas que dificilmente tem seu funcionamento encerrado.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Devido à tendência cada vez maior destes aplicativos se transformarem e adquirirem características online, o processo exposto acima migrou da Área de trabalho para as diferentes abas do navegador. Pensando nisso, a partir da versão 4.0 Beta 2 a Mozilla disponibiliza a opção “Aba de aplicativos”, que transforma as abas abertas em pequenos ícones.



Para acessar a opção, basta clicar com o botão direito do mouse sobre uma aba qualquer e selecionar a opção “Converter em aba de aplicativo”. A partir desse momento a janela selecionada passa a ser exibida como um simples ícone, localizado no canto esquerdo superior do navegador.

Para retornar ao visual padrão, simplesmente selecione a aba de aplicativo com o botão direito do mouse e clique em “Converter em aba normal”. A opção se mostra uma ótima adição ao navegador ao oferecer mais organização às abas e impedir que o usuário feche janelas acidentalmente.

Alterne de forma inteligente entre as abas abertas

Um dos recursos adicionados à versão 4.0 do Firefox é um sistema de buscas modificado, que permite alternar rapidamente entre as abas abertas pelo navegador. Basta digitar uma palavra-chave qualquer na barra de endereços para que sejam exibidas sugestões de janelas abertas correspondentes.



Assim, fica muito mais fácil encontrar um site específico nos momentos em que se têm muitas janelas abertas ocupando a parte superior do navegador.

Novidades no campo técnico

Para melhorar a experiência de uso do navegador, a nova versão do Firefox conta com algumas melhorias em suas configurações técnicas. Além dos aplicativos em JavaScript rodarem com uma velocidade maior no navegador, ele também ganhou suporte experimental para Direct2D para renderizar sites e bloqueios de CSS que impedem que sites não verificados tenham acesso ao histórico de navegação do usuário.

Outras pequenas mudanças aconteceram na parte visual do programa, que agora possui o mesmo padrão de imagens em todas as suas versões. Dessa forma, independente do sistema operacional utilizado, a experiência com o Firefox permanece sempre a mesma.

Os bons e famosos complementos para o Firefox

É claro que, mesmo em uma nova versão, a maior característica do Firefox não ficaria de fora das atualizações. Na verdade, aconteceu um bom aperfeiçoamento na função, com uma mudança geral na forma em que aparecem e são instaladas as extensões.

Com o novo visual do navegador, você pode acessar os complementos pelo menu "Firefox" > "Customize" > "Add-Ons". Outra maneira é digitando "about:addons" na barra de navegação. Não mais em uma janela à parte, as extensões aparecem em uma aba própria, com as funções principais no lado esquerdo da tela.



Você pode baixar complementos normalmente pela página do Firefox, mas vale lembrar que a maioria é incompatível com a versão 4.0. Pela busca avançada de complementos é possível filtrar para que só apareça aquilo que for compatível.

Comprovado: mais leveza e velocidade na navegação

É inegável que o Firefox é um excelente navegador, mas assim que começam as críticas o alvo é sempre quão pesado é o programa. Isso porque ele realmente é um problema em relação à performance até mesmo durante a abertura de páginas. A nova versão, entretanto, mostrou uma queda nesse sentido, de maneira que o consumo que era em média de 200 MB de RAM caiu para cerca de 175 MB.

A abertura das páginas e o carregamento de conteúdo nelas também está muito rápido e chega a impressionar. A leveza durante o uso de elementos mais pesados também é uma característica da nova versão, com vídeos em HD que funcionam com muito mais fluência do que antes.



Isso tudo acontece graças ao Direct2D, um recurso responsável pela aceleração do carregamento de várias imagens e elementos de uma página. Apesar disso, não significa um novo peso para o navegador, pois funciona bem tanto em computadores potentes como em outros que tenham configurações mínimas. A compatibilidade com o HTML5 e o novo CSS 3 também é garantida desde a versão 3.6.

Entretanto, por ser uma versão beta o navegador ainda não está 100% pronto para encarar todo tipo de página e aplicação online, de maneira que incompatibilidades podem acontecer a qualquer momento. Nem mesmo no Acid Test o Firefox 4.0 atingiu o score máximo de 100 (foi até 97).

Adicionalmente, o suporte à JavaScript do Firefox também recebeu melhorias que permitem maior velocidade de cálculos. Na prática, esses progressos associados à aceleração do Firefox (que por si só já está muito melhor do que as versões anteriores) permitem que o navegador proporcione melhores resultados com o carregamento de recursos gráficos.

Vídeos com o novo codec WebM

Há algumas semanas o Baixaki anunciou a chegada do novo K-Lite Codec Pack, o qual trazia suporte para o codec WebM. Todavia, até então os conteúdos que o usavam estavam escassos e usuários comuns não podiam visualizar vídeos na internet com o WebM.

Com a versão atual do Mozilla Firefox já é possível conferir vídeos no YouTube utilizando o WebM em conjunto com o HTML5. O navegador já vem com o codec habilitado, sendo que o usuário precisa realizar algumas etapas no próprio YouTube para acessar vídeos com o novo codec. Confira:

1) Acesse o YouTube;

2) Realize sua busca. Preferencialmente busque por conteúdos internacionais (o termo “trailers” resulta em diversos vídeos compatíveis), pois não há muitos vídeos convertidos para HTML5;

3) No campo de endereços acrescente o seguinte ao final da URL: “&webm=1”



4) Clique no vídeo desejado;

5) O vídeo deve aparecer como na imagem abaixo, com o logo “HTML5 + WEBM” na parte inferior da player de vídeo.



Interação multitouch

Uma das grandes novidades no Firefox é o reconhecimento do multitouch para usuários do Windows 7. Agora, uma série de tarefas pode ser feita na tela apenas pela interação do usuário via toque. Além da navegação entre telas, é possível redimensionar elementos (vídeos, imagens, etc.), ajustar o zoom, girar itens e empilhar.

Você também pode efetuar “cortes” em vídeos e imagens. Da mesma forma como é possível interagir com um elemento inteiro, os “pedaços” obtidos de um corte podem ser redimensionados, girados, empilhados, etc. e tudo apenas com o manuseio da tela por meio do toque.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

A quarta versão Beta

A guerra para decidir qual navegador será o mais veloz ainda não conheceu seu vencedor. A cada nova versão do Chrome e do Firefox, os olhos dos usuários ficam menos crédulos nas velocidades de resposta que os softwares podem oferecer. O que o navegador da Mozilla está fazendo para ganhar esse páreo?

Utilizando aceleração gráfica. Como assim? É simples: alguns dos recursos do Firefox são processados nas placas de vídeo para agilizar o carregamento. Isso ocorre graças à interface Direct2D que o Windows oferece em suas versões mais recentes.

O recurso é desativado na configuração padrão do programa para evitar gastos maiores de energia elétrica, principalmente para aqueles que utilizam notebooks e não podem descuidar da carga da bateria. Afinal, é de conhecimento geral que as placas gráficas consomem muito mais do que os processadores.



Outra opção que agora foi alterada nas configurações padronizadas do navegador é relacionada à sincronização. O que antes funcionava por um complemento, agora é nativo no programa: o Firefox Sync possibilita a sincronização de favoritos, históricos, informações e senhas entre várias máquinas acessadas pelo mesmo usuário.

Panorama

O projeto, que já se chamou Tab Candy, agora se chama Panorama e realmente funciona. No canto superior direito do navegador está o botão do Panorama, logo ao lado do botão utilizado para adicionar uma nova aba ao Firefox. As abas abertas ficam armazenadas em uma mesma divisão do Panorama, mas é possível fazer muito mais.



Clique e arraste o cursor do mouse em qualquer lugar da aba criada para gerar um novo agrupamento de abas. Renomeie da maneira que quiser e, assim, agrupe as abas em vários segmentos diferentes, como Trabalho, Pessoal e tantos outros. Também é possível redimensionar os agrupamentos e arrastá-los da conforme preferir, hierarquizando por importância ou outros quesitos.


DOWNLOAD
avatar
Deoxy
Admin
Admin

Mensagens : 22
Data de inscrição : 20/08/2010
Idade : 20
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário http://powercheat.forumeiro.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum